• 27
  • Julho
  • 15
Clinica de Recuperação
Autor

Conheça a importância das atividades físicas no tratamento para dependência química

Estudo revela que a introdução da atividade física no tratamento do depende químico começa a surtir efeito entre o dois meses e após quatro meses do seu início.

Segundo a coordenadora do Núcleo de psicologia do esporte e atividade física do Centro de práticas esportivas (NUPSEA-) da USP, Profa. MSc Eliane Jany Barbanti, o exercício físico quando bem direcionado e embasado em parâmetros científicos, atua como um elo terapêutico importante por intervir no corpo do paciente durante todo o processo de recuperação da dependência química. Isso porque, as transformações pelas quais passa o físico têm relação direta com a autoestima melhorada, uma liberação durante e após os exercícios de substâncias responsáveis pela sensação de prazer assim como, melhora o humor. “Dependência química (DQ) provoca destruição no bem-estar emocional e físico. De um modo geral, aqueles que abusam das drogas tendem a negligenciar seus corpos, e componentes importantes da saúde diariamente, inclusive alimentação adequada e exercícios essenciais, são deixados de lado. Parte do tratamento é reparar a ligação danificada entre corpo-mente e investir nos aspectos físicos e psicológicos.

No tratamento da dependência química o exercício serve para muitos propósitos, mas existem alguns benefícios principais tais como: o alívio e redução do estresse; a liberação de endorfinas; melhora no humor e aspecto social; que se pode derivar do exercício aeróbio e não aeróbio durante a recuperação e tratamento da dependência química.

Em uma amostra, a coordenadora conseguiu identificar que a introdução da atividade física no tratamento do depende químico começa a surtir efeito entre o segundo e o quatro mês do seu início. Deixo claro que a cura não é algo instantâneo. Pelo contrário, o processo é evolutivo e com o esporte a primeira mudança positiva naquele período já citado (dois meses e após quatro meses do início) é a melhora nos aspectos da qualidade de vida, como a capacidade funcional, o aspecto físico, a diminuição da dor, o estado geral, a vitalidade, a melhora do aspecto social, do aspecto emocional e da saúde mental; desencadeando assim o afeto, a sociabilidade, uma melhora nos padrões de sono e no desempenho ocupacional.




Segurança e transparência a mais de 15 anos. Venha para a Ctes, Transforme sua vida!